Synyster Gates conta lembrança de seu primeiro show

Synyster Gates foi entrevistado pela revista Revolver Magazine e contou lembranças de seu primeiro show. Você confere a entrevista na íntegra aqui.

“Eu me lembro do primeiro show,” ele disse. “Eu não estava nervoso em nenhum momento. A pior parte sobre o primeiro show não foi o nervosismo, foi o fato de que eu estava indo  pintar meu rosto – algo meio Wes Borland (guitarrista da banda Limp Bizkit) e  uma pintura estranha, ao mesmo tempo. Eu não sei porque, mas aquilo é horrível. Mas, uma vez com a rosto pintado, eu rapidamente percebi, um arrepio subiu a minha espinha, que aquilo era uma péssima ideia. Eu tentei tirar, mas acabei ficando laranja esverdeado brilhante como um Oompa Loompa e  não conseguia me livrar daquilo. Mas eu fui pro palco e foi a única coisa da qual eu senti vergonha: o tom estranho da minha pele. Foi bem ridículo.”

Essa matéria foi produzida a partir de postagem do Deathbat News.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA