Brincadeirinha de Mike Portnoy quase teria matado M. Shadows

Recentemente veio à tona uma história que aconteceu quando o baterista Mike Portnoy ainda tocava com o Avenged Sevenfold, onde uma brincadeirinha feita por ele quase colocou em risco a vida de Shadows.

Quem narra o episódio é Chris Jericho, que lança seu livro “The Best In The World: At What I Have No Idea” (O melhor do mundo: que eu não tenho ideia). Confira abaixo a história:

Capa do livro de Chris Jericho (FOTO: Reprodução)
Capa do livro de Chris Jericho (FOTO: Reprodução)

 

“Depois de algumas voltas, Johnny voltou com o jet ski para a praia para que M. Shadows pudesse dar uma volta. Matt estava na parte rasa, empurrando o Jet Ski horizontalmente pelo lago. Notei que o Mike estava acelerando em direção à costa, como se planejasse fazer um “drive by” e espirrar água em Matt, mas parecia que ele estava chegando um pouco perto demais e um pouco rápido demais. Eu achei que ele sabia o que estava fazendo, então eu voltei pro churrasco, mas uns minutos depois eu ouvi um estrondo. Meu coração parou, porque eu estava convicto de que o Mike Portnoy tinha acabado de matar seu colega de banda. Fiquei paralisado por alguns instantes e já conseguia ver as manchetes: “M. Shadows é morto em um acidente bizarro de jet ski na casa de Chris Jericho” ou “Mike Portnoy, o baterista substituto, matou o vocalista”. Da maneira como Matt foi jogado para fora do jet ski, eu tinha certeza que o Portnoy tinha perdido o controle e colidido com ele, esmagando ele entre o jet ski e o muro de pedra que separava o lago do meu gramado.
Eu esperava vê-lo dividido em duas metades, a parte de cima no gramado e suas pernas ensanguentadas para cima, como limpadores de vidro entre a parede e o barco. Mas quando eu me virei, vi que, ainda bem, as pernas deles ainda estavam ligadas ao seu tronco e ele estava em pé sobre elas.”

DEIXE UMA RESPOSTA