Os nove bateristas que influenciaram o estilo de Arin Ilejay

O baterista do Avenged Sevenfold, Arin Ilejay, fez uma lista dos nove bateristas que influenciam em seu jeito de tocar. A entrevista saiu na revista Rhythm Magazine e você pode conferir aqui na íntegra.

“Uma das primeiras grandes influências para mim foi Dave Weckl. Ele é o tipo de cara que eu sento e escuto. Aprendi a tocar bateria ouvindo uma música e tocando o que escutava. Meu pai me levou pra ver Dave Weclk tocar e foi incrível. Na época, eu não conseguia fazer nada daquilo. Acho até que não consigo fazer isso agora, para ser sincero. Eu  escuto muito o trabalho dele ultimamente porque estou focado em uma música diferente e ele me inspira a querer ser melhor.

O The Mars Volta (banda estadunidense fundada por Cedric Bixler-Zavala e Omar Rodriguez-Lopez) significa muito para mim. Caras como o Jon Theodoreand e Thomas Pridgen são caras incríveis. Thomas Pridgen tem significado muito pra mim recentemente. Hon Theodore teve uma grande influência em todo o meu estilo. Ele ampliou meus horizontes quando se trata em diferentes técnicas.

The Rev (Jimmy “The Rev” Sullivan) foi o cara que me colocou dentro do metal.  Não existiu nenhum baterista de metal que me atraiu mais do que ele. As partes em que o Jimmy toca são incríveis (quando eu entrei na banda) eu já era fã do Jimmy – Ele é um dos meus bateristas favoritos – e eu queria reproduzir  as partes dele direito, entende? Então eu pensava “Eu vou tocar direito, porque é nisso que eu sou bom, é isso que eu faço.”

Fontes: Deathbat News Rhythm Magazine.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA