Loudwire fala sobre o novo single do Avenged Sevenfold, "Buried Alive"

Loudwire postou sua crítica sobre o quarto single do Avenged Sevenfold, “Buried Alive“, dando-lhe 4/5 estrelas.

“Buried Alive”, o novo single do Avenged Sevenfold, é épico. Não apenas em um sentido crítico, mas na construção da música. Como qualquer balada boa, ela se acumula a uma enorme explosão de tremores de terra.

O mais recente single ‘Nightmare’, não está muito longe do Metallica, em que é contemplativo e pensativo, na primeira parte, mostrando o lado mais suave do A7X. Isso não significa que eles foram suaves. Nem perto disso. Tudo que você tem a fazer é ficar por perto para a segunda parte da canção, porque é quando as coisas realmente começam a transbordar. O cantor M. Shadows demonstra que ele é um cantor capaz, cantando suas letras sobre o trabalho constante da guitarra que lentamente começa a construir sobre um tipo de  batida de riffage (algo mais grandioso e laborado que apenas riffs)  que poderia fazer trovões serem atirados para fora de seus alto-falantes.

O rugido da percussão é outra característica de destaque da música. É quando e onde a energia de rock de arena começa a afirmar-se. Onde os isqueiros estão?

O A7X é forçado pelo quarto minuto da música, transformando uma música pensativa em um monstro agressivo e agitado, repleto de riffs galopantes. Sério, eles nos lembram daqueles clássicos, músicas de seis minutos e contagens que o Metallica vendeu com grande sucesso nos anos 80. O A7X sobe a escada para a dinâmica e emprega um dispositivo musical de construção de tempo honrado para um colapso. A banda Iron Maiden é influência também bastante presente no riffage. ‘Buried Alive’ é cheia de humor e tempos, e é facilmente uma das suas melhores músicas de ‘Nightmare’.

“Buried Alive” começará a tocar nas rádios norte-americanas a partir de 20 de Setembro.

Fonte: DBNews/Loudwire

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA