Guia de Sobrevivência de Verão, por Synyster Gates

Synyster Gates, em entrevista à Guitar World, revelou como pretende enfrentar o calor e dominar as multidões em uma das maiores turnês do verão norte-americano, o Mayhem Festival. Na edição de agosto da revista, músicos das bandas Morbid Angel, Trivium, entre outras bandas de metal também irão falar sobre como pretendem encarar as altas temperaturas do verão norte-americano.

Confere aí o que o guitarrista solo falou sobre o assunto.

Synyster Gates posa com seu equipamento-base (FOTO: Guitar Center)
Synyster Gates posa com seu equipamento-base (FOTO: Guitar Center)

 

Qual foi seu show mais suado?

Definitivamente a Warped Tour de 2004, quando nós tocamos no Arizona. Eu acho que estavam uns 50 graus e eu lembro de me sentir como se fosse desmaiar. Foi terrível. Então, nós bebemos muitas margueritas para nos mantermos sedados.

Há alguma diferença entre tocar em show ao ar livre e em local fechado?
Nenhuma. Nós só queremos ir e nos divertirmos. Quer dizer, a única coisa que nos preocupa é se há elementos extremos como chuva ou vento louco.

Seu equipamento básico para tocar nesse verão?
Meu equipamento é bem simples. Geralmente eu uso um amplificador Hellwin e minha guitarra assinada [Schecter Synyster Custom]. Não sou grande fã de grandes efeitos – eu gosto de manter as coisas simples.

Um item que você carrega com você em todos os momentos neste verão?
Um ProTools grudado em minhas costas, literalmente. Isso me deixa são, escrever várias coisas clássicas ou qualquer coisa para guitarra. Não gosto de ficar preso em uma jaula de escalas criativa. Preciso de uma saída.

Qual o destaque da setlist de sua banda?
Eu estou realmente animado sobre a reação que “This Means War” tem causado nos últimos dias. Tem sido uma diversão tocá-la e eu gosto bastante dos seus riffs.

Dicas para ganhar um público difícil?
Você só tem que confiar. Não dê a eles motivos para desaprová-lo. Vá, detone e aja como se aquela fosse a base de seus fãs. E não grite ou berre com eles.

Conselhos para uma banda que está começando a tocar ao vivo?
Apenas vá lá e aproveite, porque isso é uma coisa muito especial a se fazer. Nós interagimos com nossos fãs, transformamos shows em festa. Eu não ficaria preocupado com o desempenho ou em ter uma estrutura rígida de show. Se você mantê-lo solto, você vai se encontrar, eventualmente.

 

DEIXE UMA RESPOSTA