OC Register conversa com M. Shadows: Avenged Sevenfold assume a GOLDEN GODS

A OC Register colocou um otimo artigo no qual eles conversaram com M. Shadows e Brandon Geist da revista Revolver sobre o Avenged Sevenfold.

Vale apena conferir a matéria e, algumas fotos.

Fotos: Inaugural Uproar Festival

Tradução do artigo:

Como seus fãs aqui e no exterior que assistimos, nos últimos dois anos têm sido um estrada selvagem para Avenged Sevenfold.

A banda de rock pesado local perdeu um dos seus membros fundadores, o baterista Jimmy “The Rev ” Sullivan, no final de 2009, mas em vez de desistirem, o restante dos membros Matt Sanders, Brian Haner Jr., Zachary Baker e Jonathan Seward – mais conhecidos como: M. Shadows, Synyster Gates, Zacky Vengeance e Johnny Christ, respectivamente –  eventualmente, a banda lançou seu quinto álbum de estúdio, Nightmare, em julho.

O disco é o lançamento mais vendido da banda até à data, estreando no número 1 na Billboard 200 e vendendo cópias suficientes para bater o menino de ouro Eminem do hip-hop, tirando o fora do topo. Com Sullivan em suas mentes e em seus corações, o quarteto também continuou a turnê, temporariamente, acrescentando o âncora do Dream Theater, Mike Portnoy. A7X abriu o festival de de metal Uproar no final do Verão, em seguida, fizeram uma pequena pausa antes de começar sua turnê Nightmare After Christmas com um novo baterista, Arin Ilejay da banda Confide.

Em março, Avenged recebeu duas indicações ao OC Music Awards, para banda de metal e melhor álbum, que Shadows alegremente aceitou na cerimônia no City National Grove of Anaheim. Logo após, foi anunciado que a banda iria ser manchete na Revolver no 3º prêmio anual do Golden Gods no Club Nokia, em 20 de abril.
“É como uma espécie de triunfo de espírito enorme”, Shadows disse em uma recente entrevista por telefone, falando do aumento do sucesso da banda.
“Nunca houve um grande dia”, explicou ele. “Todo dia nos ainda pensamos em Jimmy, e estamos fazendo tudo em sua memória e seu legado. Sabemos que ele gostaria que nos continuássemos. Estamos muito felizes que ele tenha sido tão bem recebido. Acho que não importa que tipo de música é, o tipo de história que puxa as veias do coração – todos perdem pessoas que amam em um ponto ou outro em suas vidas, e é uma das coisas mais difíceis de passar.

“Eu acho que tinhamos duas escolhas: nós poderíamos ceder ou podemos ir lá e tirar o melhor proveito da situação – que é uma situação terrível. Nós temos muita sorte que temos abraçado o caminho que temos com esse cd. Colocamos tudo lá fora, sobre ele, e vamos tentar continuar a ser fortes como pessoas e como banda. “

Fonte: THE ORANGE COUNTY REGISTER

DEIXE UMA RESPOSTA