“Fuck the haters”! Avenged Sevenfold estampa a capa da Metal Hammer de dezembro

O Avenged Sevenfold estampa a capa da revista Metal Hammer de dezembro. Alguns trechos da entrevista seguem abaixo que o site blabbermouth.net disponibilizou.

Sobre o cenário do heavy metal e do rock na América:

M. Shadows (vocal): “Para ser honesto, eu acho que o rock está um pouco abaixo no conceito da América hoje em dia. Eu não sinto que a América realmente ligue para o rock agora. Sinceramente, isso é um pouco assustador. Seria legal se tivesse um novo ‘Big Four’ conduzindo o metal a um lugar novo, mas é bastante óbvio que o metal está tomando uma surra. Nós queremos que o metal seja perigoso novamente. Quão legal seria isso?”

Sobre a crescente popularidade do Avenged Sevenfold no continente Europeu:

M. Shadows: “Eu me lembro de irmos no Gibson Amphitheatre, em Los Angeles, tocar para 5.000 pessoas e depois voar para a Alemanha para tocar em um lugar com capacidade de 300 pessoas onde só 120 ingressos foram vendidos. Isso foi quando estávamos com City of Evil nos Estados Unidos, mas a Europa não estava interessada. E agora nossas vendas de ingressos na Europa batem facilmente o sucesso que fizemos nos EUA. Isso nos dá uma sensação incrível. Parece que estamos construindo um culto em todo o mundo. E este é apenas o começo de algo especial.”

Sobre Hail To The King no topo das paradas nos dois lados do Atlântico:

Synyster Gates (guitarra): Nós temos muita sorte de ter fãs em todo o mundo que nos ajudam nessa evolução. Nós sabemos o quanto somos sortudos. Queremos mudar a vida das pessoas. Eu não estou dizendo que somos presentes de Deus, mas estamos tentando fazer a diferença. Estamos tentando não ficar parados para avançar em todos os aspectos do que significa ser uma banda. Porque isso realmente importa para nós. O metal importa para nós. E nós sabemos exatamente o quanto ele significa para a garotada lá fora também. O desafio é avançar juntos. E é disso que essa turnê se trata, levar as coisas para um novo nível.”

Sobre a nova fase do Avenged Sevenfold:

Synyster Gates: “Eu espero que não sejamos os últimos quando se trata de criar um grande e louco show de rock teatral. Isto está nos fazendo crescer diante de bandas como Iron Maiden e Metallica, e eu realmente espero que não sejamos uma raça em extinção. Queremos explodir a mente das pessoas assim como tivemos nossas mentes ligadas nisso enquanto estávamos crescendo. O metal deve ser espetacular, dramático e emocionante. Quando essa garotada investem seu tempo e dinheiro para nos ver, nós devemos isso a eles para lhes dar a melhor noite de suas vidas.”

Sobre serem criticados por outros músicos de metal e hard rock enquanto vendiam muitos discos e faziam shows ao vivo:

M. Shadows: “Nenhuma outra banda de metal faz o que estamos fazendo. Nós ouvimos coisas de pessoas de bandas que eu não vou dar qualquer publicidade em falar os nomes nos últimos meses. Mas foda-se os haters. As pessoas sabem que elas vão chamar atenção por falarem merda sobre nós e se é essa a maneira que eles usam para divulgarem suas bandas, tudo bem por mim, mas não é algo que nós faríamos. Nós sairíamos e destruiríamos todas as noites e aí vocês poderiam ver o que isso significa para as pessoas.”

Synyster Gates: “Nós queremos fazer as coisas da maneira certa. Temos sorte de fazer parte de um gênero tão único e estamos lutando pelo metal, pelo renascimento da música que nós amamos. Nós acreditamos nisso e vemos milhares de pessoas se transformando em um show que colocamos o coração e a alma. Não estamos inseguros quanto a isso. Sabemos que esse é o ponto, mas há muito mais coisas fodas que estão por vir e queremos levar todos por esse caminho.”

DEIXE UMA RESPOSTA