M. Shadows fala sobre novo álbum, Arin e turnês

M. Shadows

A  revista Metal Hammer de Janeiro  conversou com M. Shadows sobre os planos do Avenged Sevenfold para 2012. Tour Asiática, Arin Ilejay e novo álbum são alguns dos assuntos da entrevista, que pode ser conferida  abaixo:

Fãs do Avenged Sevenfold que perderam os últimos shows no Reino Unido, preparem-se para se desapontar, pois não veremos muito deles em 2012. Depois da tour no Sul da Ásia, que ocorrerá no inicio do ano,  os Californianos estarão fora do radar para começar a escrever o que dará continuação ao álbum Nightmare (2010), o que significa nada de tours ou festivais.
“Nós começamos recebendo propostas mas não participaremos de nenhum desses festivais no próximo ano”, confirma M Shadows. “Nós iremos passar algum tempo fora de cena e então iremos nos reagrupar e decidir quando é hora de escrever um novo álbum. Definitivamente, não haverá nada na Europa.”
A razão para o longo intervalo é que eles nem começaram a trabalhar no novo material ainda, e não há nem ideia que direção irão tomar as canções.
“De 100 por cento estamos no zero”, diz M Shadows. “Nós não começamos isso em turnê, e não iremos nem pensar sobre isso enquanto estivermos na tour pela Ásia,  o que tomará quatro meses do próximo ano.  Leva algum tempo pra gente fazer um disco, mas não estamos tentando apressar nada. Nós só iremos escrever quando estivermos prontos, e neste momento estamos pronto para encerrar o ciclo de Nightmare e então vamos apenas sair por algum tempo e não pensar sobre música”.
Uma coisa que eles podem confirmar é que eles não irão se distanciar do caminho do metal nesse sexto álbum.
“Se tem uma coisa que não suportamos é quando as bandas chegam ao auge tornando-se de certa forma arrogantes, onde agem como Oh, nós estamos evoluindo, e isso faz da nossa música mais suave e fodida, ele continua. “Avenged Sevenfold é uma banda de metal no coração. Talvez não sejamos mais populares que algumas outras, mas nós queremos escrever canções pesadas que sejam contagiantes. Eu não posso esperar para surgir cantando refrãos pesados e simplesmente enlouquecer”.
A banda ainda está sem um baterista permanente após a morte de James “The Rev” Sullivan em 2009. Nightmare foi gravado com o baterista do Dream Theater, Mike Portnoy, e Arin Ilejay esteve em tour com a banda em 2011, porém eles ainda não decidiram se ele se tornará um membro permanente.
“Seria irresponsável de nossa parte de ter alguém ingressando na banda só porque estiveram em tour conosco, e de repente descobrir que eles não podem compor conosco ou ter um bom entrosamento musical enquanto estiver desenvolvendo nosso novo material”, declara o vocalista. “Nós apenas estamos sendo cautelosos. Amamos o Arin como pessoa, mas sabemos como é complicado escrever, nós sabemos o quantos não originais existem por aí, e quando escrevemos nós queremos alguém que coloque coração e alma no trabalho e que nos mostre que tem criatividade, não queremos alguém que apenas irá sentar ali e tocar exatamente o que lhe dissermos para tocar. Por isso ainda levará algum tempo até que essa decisão seja feita.”

Agradecimento a Gisele Kauer pela tradução.

Fonte: Deathbat News

  • AugustoA7x

    to louco pra ouvir esse álbum ,já em questão do Jimmy ninguém já mais poderá
    substituí lo ,não pela técnica mais sim pelo o que ele representava pela banda !!

  • Raquel Carvalho

    É difícil encontrar um gênio como o Jimmy e o Arin nem se compara a ele.

  • Amém! FALOU ARIN

  • Stephanie

    Ninguem se contenta com o bom, se já teve o MELHOR. Vai demorar pro Arin ser totalmente aceito, ele nunca será bom o bastante pra substituir o Jimmy.

  • Lime.

    Eu sinto que na questão de baterista o Avenged vai ficar sem rumo porque o Jimmy se foi mais aquela bateria continua sendo dele, ele é insubistituível. O Arin é legal, mais não o bastante pra tomar o lugar dele coisa que não vai acontecer nunca. Sei lá cara , eu quero que o Arin interaja e escreva alguma coisa porque senão é como se não houvesse um baterista ali e o Avenged já era. “não queremos alguém que apenas irá sentar ali e tocar exatamente o que lhe dissermos para tocar.” faz todo o sentido do mundo e se não for o Arin vão colocar outro e outro e outro. Acho que ninguém quer isso.

  • Váh

    Tomara que o Arin fique, eu gosto tanto dele *-*

  • Pingback: Avenged Sevenfold: novo álbum em Breve e Pausa nas Turnes | Rockeheavymetalbr.com:: Download Rock e Heavy Metal()

  • Nadime

    Um dos problemas do Arin é que além de ser mais jovem que os outros integrantes (e ter menos experiência) ele sempre vai ter de conviver com as comparações e críticas dos fans, alguns bem ignorantes.
    O baterista oficial, além de criatividade e entrosamento, vai ter que ter muita fibra pra suportar isso,já que o avenged tah se tornando uma banda de grandes proporções.
    Mas eu acredito no Arin, ele parece ter várias destas qualidades e parece ser bem esforçado tbm, e eu acho que ele vai tentar dar o máximo de si pra ficar no A7X, afinal tem um monte de gente que venderia a alma pra tah no lugar dele!

  • dgeany

    tbm n gosto mt do Arin mas ja aceitei o kara…

  • EstefaniRangel

    Eu acho o Arin Otimo, mas é claro que o Jimmy era PERFEITO, e todo mundo é insubstituível, gosto do Arin, mas ele vai ter que ralar bastante para ser o Baterista e ser aceito pelos nossos meninos !