M. Shadows: “Como ‘Sweating Bullets’ mudou minha vida!”

M.Shadows: "Eu fiquei tipo 'Caramba' o cara tá falando como se fosse um psicótico."

  • Matéria publicada na Revolver Magazine online – 14/07/2020

Sem surpresas, considerando sua banda de estilo livre e som caleidoscópico, M.Shadows do Avenged Sevenfold tem sido moldado por diversos tipos de música em toda sua vida e carreira – de Pantera a Elton John.

Nessa lista está Megadeth e seu hino politicamente carregado “Sweating Bullets” do inesquecível álbum Countdown to Extintion, de 1992.

Quando falamos com Shadows sobre as 10 músicas que fazem parte da vida dele, como pessoa e como artista, ele incluiu ele citou esse single entre as escolhas. Abaixo está o depoimento dele, sobre o impacto deste som:

Vic Rattlehead, mascote do Megadeth (crédito: Site Megadeth)

“Essa foi a coisa mais chocante que eu já tinha ouvido no rádio. Lembro que eu tava jogando basquete na frente de casa – eu tinha a tabela presa no telhado – e a rádio KNAC tava tocando ‘Sweating Bullets’ do Megadeth. A princípio pensei: ‘Caramba’, o cara tá falando como se fosse um psicótico. Quando vi a arte da capa do disco no dia seguinte, com o mascote deles Vic Rattlehead, eu pensei ‘Essa é exatamente a imagem que fiz do cara que tava falando na música!'”

Ele continua: “Isso foi muito doido e isso me abriu ao Megadeth. O motivo foi que assim como o Metallica estava sempre na rádio KROQ, por outro lado o Megadeth não – logo, você simplesmente não ouvia eles. Você tinha que cavar um pouco mais abaixo da superfície para ter acesso ao Megadeth. E naquela época, sem saber nada da história entre as duas bandas, parecia que era algo totalmente fora do mundo, em matéria de metal. Por conta disso, essa é mais uma música que realmente me chamou a atenção. Mais uma música estranha na qual as pessoas se jogaram.”