Segundo o site Avenged Sevenfold News, Synyster Gates revelou que tem algo contra músicas instrumentais. O guitarrista confirmou que ele é a razão da música “Exist”, uma das músicas do novo álbum do Avenged Sevenfold, “The Stage” – música essa com duração de 15 minutos -, não acabar sendo apenas instrumental.
Gates contou à Kerrang “Eu nunca fui fã de instrumentos puros. Várias de nossas bandas contemporâneas favoritas têm feito instrumentais excepcionais – de Metallica a Dream Theater -, mas o mais engraçado é que as músicas clássicas são basicamente só instrumental, então eu não sei porque não gosto de instrumentais.”
Ele ainda adicionou “Mas eu sei, com certeza, que eu não quero nada disso nos meus álbuns! Eu acho que podemos fazer uma mistura saudável, e nós temos o melhor dos dois mundos. Como todas as bandas têm feito, nós ainda cagamos um pouco em nossas próprias versões, mas quando nós olhamos para trás, é sempre para o melhor.”
Brian Haner, mais conhecido como Papa Gates, postou essa matéria em seu facebook pessoal comentando que conversou com o filho sobre isso e se espantou em perceber o quanto eles gostam de “Clair de Lune“, música do famoso músico e compositor francês, Claude Debussy.